NÃO SE “VIRA" WICCANO...


TRANSFORMA-SE EM UM! TORNA-SE UM!

Através do Empório Wicca, recebo inúmeros e-mails de amigos que estão tendo um primeiro contato com a Wicca.

Analisando esses e-mails não é difícil observar que alguns amigos tiveram contato com apenas alguns sites onde leram alguma coisa sobre a religião e por conta disso, decidiram "virar" wiccanos.  

Outros se sentiram empolgados após assistirem a  filmes  onde a história central gira em torno de “mocinhos bruxos”, e por aí vai...

Decisão precoce, uma vez que não se tem a menor idéia da responsabilidade e da complexidade desse passo, dessa descisão. Verdade é que desconhecem a complexidade desta religião que, aparentemente, parece tão simples.

E por conta desse desconhecimento, quando respondemos que é necessário – dentro das milhares de coisas necessárias – estudar, entender, questionar, buscar...   Quando respondemos que a iniciação é um dos últimos passos a ser tomado (após um longo caminhos de vivência e aprendizado, período que pode levar anos até que o neófito esteja de fato preparado para a iniciação)...  Quando explicamos que a Wicca não é o modismo que é exposto nos meios de comunicação e cursinhos espalhados pela internet... E, quando indicamos bons livros para que sejam utilizados como um (inicial e básico) norte para seu desenvolvimento...

... Bem,  aí, normalmente, ocorrem 2 coisas: ou o amigo some sem nada dizer; ou nos escreve dizendo que se sente preparado e que vai buscar outro lugar para se iniciar. São poucos os que voltam a nos escrever expondo sua intenção em "se transformar" para se "tornar" um wiccano.

A verdade é que poucos aceitam os desafios da verdadeira transformação. Poucos são os que estão dispostos a arregaçar as mangas e ir à luta.

Poucos são aqueles que vêem o ingresso na Wicca como uma espécie de gestação (uma gestação que pode ser de 1 ano e dia, ou ultrapassar anos, anos e anos, até que se sintam realmente preparados para adorar a Grande Mãe e seu Consorte e poder se dizer com orgulho:" SOU WICCANO! E ESTOU WICCANO"

Fato é que nós – humanos – sempre buscamos os caminhos mais fáceis, procuramos sempre cortar caminhos para atingir nosso objetivo. Mas, poucas vezes paramos e nos questionamos se o mais fácil é o melhor e/ou  sempre nos conduz ao completo, ao 100% satisfatório.

Muitas coisas são possíveis de serem alcançadas de maneira fácil, menos trabalhosa, mas de certo a Wicca não é assim. O “cortar caminho” o buscar mais fácil, na Wicca, só leva o neófito ao básico e ao medíocre.

Não basta ler meia dúzia de textos sucintos extraídos da net; não basta ler meia dúzia de revistinhas; não basta saber recitar alguns feitiços do tipo “decoreba”, sem sequer se dar ao trabalho de questionar o porque disso e daquilo; não basta possuir os mais lindos e adornados instrumentos mágicos; não basta fazer um  curso qualquer, com “quem sabe quem” para “virar” wiccano... É preciso muitos mais que isso tudo e mais um monte de coisas!!

Coloquei virar entre aspas porque muitos não desejam se tornar(e transformar), mas virar wiccano.

Não se “vira” wiccano!!!  Transforma-se em um!! Torna-se um!!!

E essa transformação (esse se tornar) só ocorre ao longo de uma jornada de estudos, disciplina, vivências, responsabilidades, percepção, amor, cuidados não só consigo mas por tudo e todos que co-habitam não só o planeta mas também o espaço. Autoconhecimento... E eu poderia me estender em milhares de outras coisas necessárias para a transformação de "VOCE" em um "WICCANO".

Se tornar um wiccano, se transformar em um, é um processo – como costumo ensinar aos meus dedicandos – muito parecido à lapidação de um caráter. 

Diria que é como um bebezinho. Uma criança que nasce e ao longo da sua vida vai lapidando seu caráter, por conta dos valores que lhe são passados pelos pais, familiares, amigos, por suas vivencias, etc. até que chega à fase adulta e então, mostra ao mundo no que “aquele bebezinho” se transformou.

Então, temos a situação do amigo que deseja se "TORNAR", se TRANSFORMAR em um wiccano, em uma wiccana. Ele é bebê e ao longo do seu empenho diário, vai crescendo e se lapidando até se tornar um WICCANO/ WICCANA.

Amigos, essas palavras podem soar rudes para alguns, mas, afirmo que não os são. Eu mantenho o EW para ajudar àqueles que pretendem se tornar um wiccano e não sabem por onde começar.

E estou convicta que não ajudarei ninguém, com palavras do tipo “oba oba”.

Palavras de “oba-oba” a net está cheia. Minha intenção é ajudar a cada um, que pretende de coração, se tornar um Wiccano. Que esteja disposto a arregaçar as mangas e ir em busca da Grande Mãe e de si próprio.

Ninguém é wiccano se não conhecer a si próprio. O neófito está num bom início de caminho se manter na cabeça que o CONHECIMENTO é fundamental. Conhecimento de si próprio e da wicca e de tudo que o cerca. Pontos de interrogações devem fazer parte da busca. E, consequentemente, a busca incansável pela resposta satisfativa desse por que.

Não tenha preguiça! Não busque o mais simples! Busque o inteiro! Busque a sua Verdade! Busque a Grande Mãe e seu consorte com verdade e respeito e tenho certeza que eles te pegarão no colo e te mostrarão o  caminho a seguir sempre que você estiver à frente de uma encruzilhada. Lhe ajudarão na sua caminhada. Caminhada que será linda, mas também árdua.

Por fim, reforço que, eu e o EW, estamos à sua disposição e de todos os neófitos que buscam a transformação e o “se tornar” um WICCANO. Não cobramos nada e temos muito prazer em tentar ajudar naquilo que está ao nosso alcance. Basta nos escrever.

Paz e Luz

ADHORAT

(Magali P. Gracio – Empório Wicca - Novembro, 30/11/2011)
(Permitida a reprodução desde que citada a fonte e autoria)


VOLTAR À PÁGINA PRINCIPAL