Peço que leia com atenção as linhas abaixo e reflita. Mergulhe no mais profundo de você e reflita...

 
Querida(o) Amiga(o),

Se você está lendo esta página, ou seja, "feitiços de amarração", tenho 99% de certeza que você deve estar sofrendo por um amor que te abandonou ou um amor não correspondido. Ou, está sofrendo porque você o(a) notou, mas, ele(a) nem aí para você.

Ou quem sabe, você o(a) amou demais (e/ou errado) e acabou sufocando o amor - amor... palavrinha pequena e tão importante para nós, mas, tão frágil que por um motivo qualquer pode se transformar em ódio ou, até mesmo, mágoas eternas e/ou repulsa - e ele(a) partiu, deixando você, com seu sentimento ferido.

A partida deixou no seu peito um vazio. Aquela sensação de que nada será capaz de preencher o vazio que a ausencia daquele que você ama e sempre amou, deixou.

A dor. A falta. A saudade. A raiva. O despeito. etc. etc. etc. Tudo dói. Sei bem o quanto dói, afinal, quem é que um dia não sofreu por AMOR??

Quem é que um dia nunca se olhou no espelho e se perguntou: "Puxa, como pode um sentimento tão nobre se transformar num corte tão profundo e doloroso?

Apesar da gama de sentimentos que nos invade, com a perda do nosso grande amor - aquele grande amor, que um dia, juntos, juraram amor eterno... Que juntos juraram que enquanto existissem azaléias o amor, também, existiria... Aquele que juntos, gravaram seu nomes numa árvore... - será que vale a pena fazermos qualquer coisa para recuperá-lo?

Não responda agora. Leia com atenção o texto que recebi através de um e-mail (aqueles em forma de corrente) e que achei lindo - e útil para você e para todos aqueles que desejam fazer o amor voltar a viver do lado, através de feitiços, interferindo no livre arbítrio da pessoa que você ama e não é correspondida.

Após a leitura, há um link que levará você a uma série de feitiços de amarração, caso ainda ache valer a pena, ou se preferir, poderá voltar para o índice de feitiços ou para a página principal do site. Seja sincera(o) e boa leitura.

Paz e Luz!

ADHORAT


Conta uma lenda dos índios Sioux que, certa vez, o Touro Bravo e a Nuvem Azul chegaram de mãos dadas à tenda do velho feiticeiro da tribo e pediram:

- Nós nos amamos e vamos nos casar. Mas, nos amamos tanto que queremos um conselho que nos garanta ficar sempre juntos, que nos assegure estar um ao lado do outro até a morte. Há algo que possamos fazer?

O velho feiticeiro, emocionado ao vê-los tão jovens, tão apaixonados e tão ansiosos por uma palavra, disse:

- Há uma coisa a fazer, mas é tarefa muito difícil e sacrificada. Tu, Nuvem Azul, deves escalar o monte ao norte da aldeia apenas com uma rede, caçar o falcão mais vigoroso e trazê-lo aqui, com vida, até o terceiro dia depois da lua cheia. E tu, Touro Bravo, deves escalar a montanha do trono. Lá em cima, encontrarás a mais brava de todas as águias. Somente com uma rede deverás apanhá-la, trazendo-a para mim viva!

Os jovens abraçaram-se com ternura e amor e logo partiram para cumprir a missão.

No dia estabelecido, na frente da tenda do feiticeiro, os dois esperavam com as aves. O velho tirou-as dos sacos e cnstatou que eram, verdadeiramente, formosos exemplares dos animais que ele tinha pedido.

- E agora, o que faremos? Perguntaram os jovens.

- Peguem as aves e amarrem uma à outra pelos pés com essas fitas de couro. Quando estiverembem amarradas, soltem-nas para que voem livres.

Eles fizeram o que lhes foi ordenado e soltaram os pássaros. A águia e o falcão tentaram voar mas, conseguiram apenas saltar, desordenados, pelo terreno. Minutos depois, irritadas pela impossibilidade do vôo, as aves arremessaram-se uma contra a outra, bicando-se até se machucarem. Então o velho disse:

- Jamais esqueçam o que estão vendo. Esse é o meu conselho, que vocês me pediram. Vocês são como a águia e o falcão. Se estiverem amarrados um ao outro, ainda que por amor, não só viverão arrastando-se, como também, cedo ou tarde, começarão a machucar um ao outro. Se quiserem que o amor entre vocês perdure, voem juntos, mas jamais amarrados.

Esta é a história. Libere a pessoa que você ama para que ela possa voar com as próprias asas.

Essa é uma verdade que deve ser aplicada nos relacionamentos e também nas relações familiares, de amizade e profissionais. Respeite o direito das pessoas de voar rumo aos sonhos delas.

A lição principal é saber que somente as pessoas livres serão capazes de amá-la(o) como você quer e merece.

Respeite também as suas vontades e voe em direção às realizações da sua vida. Não faça da vida do outro a condição para a existência da sua *

Ao ser livre, você encontrará pessoas felizes que adorarão voar ao seu lado. Basta você se abrir e dar chance para que elas te conheçam.*

* Frases acrescidas por ADHORAT.

(Permitida a reprodução total ou parcial, desde que citada a fonte e autoria)


Voltar para o ìndice de Rituais

VOLTAR -PÁGINA INICIAL

esde que citada a fonte e autoria)


Voltar para o ìndice de Rituais

VOLTAR -PÁGINA INICIAL