GLAMOUR

No filme “The Craft” de 1996 podemos ver um feitiço que permitia que uma pessoa mudasse radicalmente as características da aparência para se disfarçar. Elas se referiram ao feitiço como “glamour”, e fizeram parecer muito fácil. Como a maioria das coisas retratadas por Hollywood, o feitiço muito simplificado, embora continue baseado num principio celta.

Quando os celtas chegaram à Irlanda, as lendas nos dizem que eles encontraram a Emerald Isle habitada por uma raça divina de seres chamados de Tuatha De Danaan. Incapazes de impedir a invasão, os Tuatha foram para o subsolo da terra e se tornaram uma raça feérica mítica da Irlanda. Existem estórias sobre seres mágicos que andam entre os homens e se disfarçam em momentos de perigo.

Isto ficou conhecido como glamoury, o véu de ilusão que os Danaan usavam quando precisavam se proteger dos humanos. A palavra se modernizou para o inglês glamour, um termo usado geralmente para mulheres bem arrumadas, ou seja, usando um véu de ilusão.

O glamoury ainda faz parte dos feitiços celtas. Mesmo que o propósito original tenha sido esquecido. Esta era a versão celta da shapeshifting . Enquanto sob o véu encantado do glamour nos podemos nos tornar as deidades dentro de um ritual. Podemos usa-lo para nos mesclar ao chão, ficando praticamente invisíveis, ou nos mudar de forma que realcemos nosso carisma.



O FEITIÇO

Para fazer este ultimo tipo de glamour você precisará:

1. de um espelho (de preferência um utilizado apenas para propósitos mágikos),

2. uma vela vermelha,

3. uma vela verde

4. alguma coisa que possa ser o talismã que ativará o feitiço. Um colar é o ideal, pois ele fica no centro do corpo e pode ser visto por todos. Pecas de prata funcionam bem e também jóias com diamantes, opalas e jade. Seu perfume preferido também funciona bem neste caso.

MODO DE PREPARAR

Faça o feitiço à noite, com tanta escuridão quanto for possível.

Feche um pequeno circulo e sente-se no meio, de frente para o oeste, o centro tradicional celta para os Tuatha.

Coloque o espelho na sua frente com as velas atrás de você, uma de cada lado, formando um triângulo com você no meio.

A vela verde é a vela do planeta Vênus, que rege a beleza pessoal.

A vela vermelha tem a cor da paixão e irá ajudar a projetar seu carisma.

Mantenha essas associações em mente, mas mantenha as velas fora de vista. A idéia é ter um pouco de luz para que se veja no espelho, mas não o suficiente para que ela esteja clara no reflexo.

Peque o amuleto e o segure firme entre as mãos, respire fundo algumas vezes e relaxe, olhe então para o espelho e visualize sua imagem mudando para aquilo que você quer. Ao fazer isso, jogue a energia no amuleto a medida em que sua imagem muda, pois este amuleto será o que ativará o feitiço.

Não se assuste se a imagem parecer tomar vida própria.

Quando estiver satisfeita com a imagem que você moldou no espelho, coloque o amuleto sobre a área cardíaca e jogue a energia dentro dele. Visualize que ele se torna o ativador do feitiço sempre usa-lo. Sele o feitiço repetindo a rima:

From burrow dark and lake-world deep,

Faeries slumbering rise from sleep,

Sometimes here, now sometimes there,

What I will is the face I wear.

Apague as velas as proteja para que a energia não disperse até que o feitiço seja feito novamente. Repita o feitiço sempre que achar necessário para reforçar a imagem que você quer projetar.

(Texto de Tathy Morselli - Pietra.Witch@Usa.Net)



Voltar para a Página Inicial: