RITUAL BÁSICO

(para servir apenas como referência)

Eu estava dando "uma geral" nos e-mails que recebo diariamente. Gosto de ler e reler cada um deles porque assim sou capaz de identificar algumas das dificuldades dos amigos que nos escrevem. E, através dessas leituras observei que muitos amigos não sabem por onde começar a realizar um ritual.

Identificada essa dificuldade decidi postar, hoje, uma estrutura básica (bem básica, mesmo), que pode ser utilizada da forma que está e que, também, pode e deve ser adaptar ou ajustada de acordo com a necessidade e/ou a evolução mágica de cada um

O Espaço e o Altar

Primeiro você precisa arrumar um espaço propício para a realização do ritual. Ar livre (nos fundos de sua casa), num quarto, sala, garagem. O importante é que o espaço tenha espaço para você montar seu altar e também para que possa circular e andar sem correr o risco de derrubar tudo.

Espaço arranjado? Ótimo!

Agora você precisa criar seu altar. Não precisa luxo. Você precisará de um local sólido e seguro para montá-lo. Pode ser uma mesinha baixinha ou mais alta, uma caixa, ou seja, uma superfície firme e limpa, obviamente.

A superfície para o altar foi encontrada? Muito bem!

Seu altar deve incluir: uma toalha (ou um tecido limpo), velas, athame (ou varinha ou bastão mágico. Se não tiver nenhum deles, utilize a própria mão como forma projetiva e receptiva de energia), cálice (na falta um copo simples), sal marinho, água, um pentagrama para altar, incensos e como decoração você pode utilizar coisas (flores, frutas, cores) que se encaixam com o Sabbat que você vai comemorar, ou com o Esbat ou, ainda, com o ritual específico que vai realizar. OK?

Claro que você vai precisar de fósforos, incensário e o mais necessário para servir de suporte. Por exemplo, um castiçal ou um pratinho para acender a vela, levando em conta a segurança, etc.

Ritual de purificação

Muito bem. Local escolhido, altar montado, um dos passos mais importantes: o cuidado com a limpeza do espaço e purificação do mesmo. E o cuidado com a limpeza e purificação de seu corpo e espírito

A Limpeza e Purificação do Corpo e Espírito

Começamos pela limpeza do corpo: tome seu banho normal. Depois se banhe com um banho de ervas (indicadas para limpeza e purificação) ou sal marinho dissolvido em água, ou ainda um banho mágico de sua preferência e/ou voltado para seu objetivo. Enquanto se banha, mantenha sua mente pura. Livre de pensamentos mesquinhos; de raiva, vinganças, desejos escusos, egoísticos etc...

Mantenha sua mente calma, mentalize cores, visualize as “sujeiras” escorrendo do seu corpo em direção ao ralo. Deixe brotar cores brilhantes de seus poros. Imagine-se um ser de luz. Imagine-se Deusa. Imagine-se Deus

Terminado o banho, tente não se enxugar. Tire o excesso da água do corpo com as mãos e tente deixar a água secar sozinha, pelo menos um pouco. O tempo para escovar os dentes e pentear os cabelos, talvez seja suficiente.

Se vista com roupas limpas e confortáveis. Se puder e quiser, não vista nada. Se vista de céu. Se decidir realizar o ritual vestido de céu (nu/ nua) cuide para não ser bisbilhotado por vizinhos curiosos.


A Limpeza do Local

Se possuir uma vassoura mágica, “varra” o espaço com sua vassoura, visualizando todas as sujeiras e impurezas sendo varridas do espaço. Lembrando que a vassoura mágica não toca o chão. OK? Através dessa visualização sinta o espaço totalmente limpo, brilhante, leve.

Importante: antes de iniciar a varredura, certifique-se de que há uma porta ou janela para jogar a “sujeira”.  Caso não tenha, desenhe um pentagrama que fará a vez da porta e quando terminada a limpeza ele deverá ser apagado. (também pode ser aberta a porta com o desenho imaginário feito apenas com as mãos. Ou seja, você traça, imaginariamente, uma porta que seja aberta para jogar o “lixo” e fechada em seguida


Uma dica de visualização: visualize uma energia branca e brilhante se formar no topo de sua cabeça. Mantenha essa luz (energia) no topo de sua cabeça por alguns instantes e sinta-a crescendo e pesando

Quando sentir a força dessa energia no topo de sua cabeça e sem perder o foco (todo voltado para a luz no topo de sua cabeça), comece aos poucos mover essa energia para seu rosto, descer pelo pescoço, se dividir nos ombros, escorrer para as mãos e se expandir para toda a vassoura mágica. A partir daí, veja a luz sair da vassoura e varrer todas as negatividades para fora.

Será muito bom se conseguir varrer em sentido horário (giros lentos em sentido horário) e varrer a negatividade e toda sujeira para fora de uma porta, janela ou pentagrama desenhado. Seu templo está limpo!

Bem, você está limpo e purificado. Seu espaço está limpo. Então vamos continuar.

Agora, você precisa abrir o círculo mágico.

Todo ritual deve ser realizado dentro de um. A abertura do círculo é complexa, então, mais uma vez, esclareço e reitero que esse processo (aqui transmitido) é muito, muito, muito simples, devendo ser utilizado apenas para os amigos neófitos que estão começando. É uma forma muito simplificada, que funciona (mas o ideal é seguir como se deve. Depois que estiver familiarizado, pode incluir s pontos cardeais, etc) . Forma essa que dispensa a utilização de bússolas, firmamento dos Elementos, etc.

Aconselho você a adquirir bons livros e estudar profundamente sobre os círculos mágicos. (entre em contato com a gente se tiver interesse).


Para prosseguirmos, olhe abaixo o desenho:




Olhando para a figura, você deve observar que há necessidade de um espaço suficiente para você 1) abrir o círculo mágico e 2) ter espaço para caminhar dentro dele sem correr o risco de esbarrar e derrubar coisas. OK?

Para abrir um círculo mágico você deve delimitá-lo fisicamente com a ajuda de pedras, pedrinhas, flores, corda, cordão e feito isso, vc deve erguê-lo:  deve andar em círculos e com a ajuda de um athame, varinha, bastão ou a própria mão, visualizar luz/ energia saindo e então andando em círculos no sentido horário vc vai erguendo o círculo. Você deve visualizar a luz/ energia criando algo como um balão, inclusive abaixo da terra, algo mais ou menos assim:




Abrindo  o círculo, você é capaz de sentir quando está certo e pronto. O comum, o normal, é sentir um certo calor, sutil ou não, mas um calor.

Dentro do círculo pegue no altar uma tigelinha, misture água de fonte (ou mineral) com sal marinho. Caminhe em círculo e jogue com os dedos a água com o sal enquanto diz:"Com água e terra eu limpo esse círculo”, Fechado o círculo. Coloque a tigelinha sobre o altar.

Agora, acenda o incenso e ande em círculo dizendo: “com Fogo e ar eu purifico esse círculo”  Acabou de andar pelo círculo coloque o incenso no altar e deixe-o terminar de queimar.

Agora você deve invocar os 4 elementos:

Normalmente os elementos são chamados de acordo com um ponto cardeal, Norte, Sul, Leste ou Oeste. Agora que está começando, utilize a forma mais simples. Em frente do seu altar diga:

ELEMENTO DO AR,  peço que traga o sopro da vida e me dê o prazer de recebe-lo em meu circulo; Acenda uma vela amarela para esse elemento. Normalmente acendemos num canto do círculo, no que eu, chamo de torre do ar.

ELEMENTO FOGO, peço que traga o calor nos dias frios e a luz na escuridão da noite. Me dê o prazer de recebê-lo em meu círculo. Acenda uma vela vermelha.

ELEMENTO DA ÁGUA, que nos fornece a vida, me dê o prazer de recebê-lo em meu círculo essa noite.   Acenda uma vela azul.

ELEMENTO DA TERRA:  que nos sustenta e nos traz a vida. Deixe-me recebê-lo em meu círculo. Acenda uma vela verde ou marrom.

Após invocar os Elementos, você deve invocar a Grande Mãe, dizendo, por exemplo:


Abençoada Senhora, poderosa e amorosa Mãe,
Venha comigo esta noite e participe este Ritual
Empreste-me sua força, seu amor, sua compaixão.
BenditA seja Ela!

Após invocar a Grande Mãe, você deve invocar o Deus, dizendo, por exemplo:


Bendito Senhor, Pai de todos nós,
Venha comigo esta noite e participe este Ritual
Empresta-me seu poder, sua força de vontade,
Bendito seja.

Pronto. Agora você deve fazer o que planejou trabalhar: cura, meditação, poção, etc.

Encerramento

Terminado o seu trabalho mágico, em frente ao altar, agradeça ao Deus e a Deusa,  diga, por exemplo:

"Bendito Senhor, obrigado por este Ritual e por me emprestar seu poderes.Vai em paz e amor.Bendito seja."

Dizer a mesma coisa para a Deusa, substituindo Senhor por Senhora

Ainda em frente ao altar, agradeça aos Elementos dizendo, por exemplo: Elementos do ar, da terra, da água e do fogo, obrigado por juntarem-se ao meu ritual. Vão em Paz e Amor. Assim Seja.

Apague as velas (nunca assopre) com um abafador ou com os dedos molhados.

Pegue o athame (varinha, bastão ou a mão) e caminhe no sentido anti-horário recolhendo a energia que você usou para abrir o círculo. Visualize a energia voltando para o athame ou o instrumento escolhido por você.

Observações

Volto repetir e enfatizar que os passos acima, são básicos (e muito básico, mesmo!). Não dispensa o estudo aprofundado. Deve ser utilizado apenas como uma forma muito simples (até mesmo rudimentar), para que o neófito possa realizar seus rituais no período de sua dedicação.

O uso para fins escusos estão sujeitos a Lei Tríplice. Nenhum ritual, mesmo esse, deve ser utilizado como forma de brincadeira, ou sem o mínimo do conhecimento necessário.

RECOMENDO que o ritual acima seja feito pelo neófito, durante o período de dedicação de um ano e dia e de preferência após uns 6 meses de estudo, quando já tiver um conhecimento básico (teórico).

Nunca deve ser feito por brincadeiras ou experiências, mas comk propósito dignos.

Qualquer dúvida entre em contato: emporiowicca@terra.com.br.

Permitida a reprodução desde que citada a fonte.

ADHORAT
(Magali P. Gracio - Dez. 06/12/2011)

VOLTAR PARA PÁGINA PRINCIPAL
br">emporiowicca@terra.com.br.

Permitida a reprodução desde que citada a fonte.

ADHORAT
(Magali P. Gracio - Dez. 06/12/2011)

VOLTAR PARA PÁGINA PRINCIPAL
, 51, 51);"> >